11 de julho de 2011

Donnie Yen

Cena do filme Ip Man

Nascido na província de Cantão, Yen veio a Hong Kong com dois anos de idade. Ele viveu lá até os 11 anos, então foi a Boston nos Estados Unidos. Donnie passou sua adolescência lá, onde sua mãe, Bow Sim-Mark - uma mundialmente conhecida mestre de Wushu e Tai Chi -, disseminou o conhecimento do Chinese Wushu Research Institute (Instituto de Pesquisa de Wushu Chinês). Sendo assim as artes marciais foram de grande influência na vida dele.
Yen estudou piano dando preferência a Chopin e seu pai, Klysler Yen, o editor de Sing Tao em Boston - um jornal internacional chinês - tocava violino, o que tornou a música outra inspiração em sua vida. Provavelmente o senso de ritmo desenvolvido pode ter influenciado nos filmes dirigidos de hoje em dia.



Kung Fu
A mãe de Donnie Yen começou a treiná-lo tão logo ele começou a andar, permitindo atingir o nível de mestre em Wushu e Tai Chi e promovendo o conhecimento dos princípios internos e externos das artes marciais. Ainda jovem assistia a filmes de kung fu estrelados por Fu Cheng, Ti Lung, Bruce Lee e Jackie Chan e, assim que saia dos cinemas, já começava a imitar os movimentos. Sedento por conhecimento e sempre rebelde, Yen começou a buscar por aperfeiçoamento em outros estilos de artes marciais. Depois de explorar muitas escolas ele passou a sentir a força e o poder do que sabia e sentiu que estava no caminho certo das artes marciais.


Das ruas às telas
Ainda jovem vagava pelas ruas extremamente perigosas de Boston, quando seus pais resolveram enviá-lo para Pequim para treinar com a famosa Beijing Wushu Team e estudar por dois anos com o mesmo mestre de Jet Li. Yen tornou-se o primeiro estrangeiro (apesar de ter nascido na China) a ser aceito na escola. Assim que o treino se tornava mais forte e rigoroso ele queria mais, assim sua estadia lá se tornou curta.
Antes de voltar aos Estados Unidos, Donnie passou por Hong Kong e conheceu o diretor e coreógrafo do filme Matrix, Yuen Wo-ping. Yuen, quem lançou Jackie Chan ao estrelato com os filmes Snake in Eagle's Shadow e Drunken Master, estava procurando por um novo herói para as telas do cinema.

Mestre em tudo
Inspirado por seu ídolo, Bruce Lee, Donnie Yen não só explorou diversos estilos de artes marciais como criou o seu próprio. Suas imensas habilidades físicas e versatilidade se tornaram evidentes ao alternar entre kung fu tradicional (Iron Monkey), kickbox acidental (Tiger Cage series), Tai Chi (Drunken Tai Chi), Hung Gar (aqui teve uma memorável performance em Wong Key-ying, um dos filmes mais influentes de artes marciais da década), dentre outros.

A descoberta
O diretor Yuen reconheceu suas habilidades e as aproveitou a ponto de dar uma nova direção aos filmes de ação de Hong Kong. Aos 19 anos, esperando o início das filmagens de Drunken Tai Chi, Donnie foi aproveitado como dublê em Miracle Fighters 2. Após esses dois filmes não parou mais, demonstrando capacidade até para comédia em Mismatched Couples (1985).

O período do Dragão
O período do Dragão foi quando os filmes de artes marciais retornaram ao foco do cinema de Hong Kong com o diretor Tsui Hark's e seu filme Era uma vez na China 2. Tsui procurava por um oponete para Jet Li, o ator do primeiro filme. Na verdade, os dois entraram em dois duelos que se tornaram clássicos de sequências de ação. Em ambos os duelos Donnie usou de maneira criativa uma roupa molhada como arma, o que rendeu a Yen o prêmio de melhor ator coadjuvante pelo Hong Kong Film Awards e o status de astro de cinema.
Também apareceu em filmes como The Butterfly Sword com Michelle Yeoh, New Dragon Gate Inn com Maggie Cheung e Iron Monkey, no qual encena Wong Key-ying, o pai de Wong Fei-hung. Em Iron Monkey, Yen encenou a cena tão conhecida de o Chute sem Sombra, na qual luta contra monges Shao Lin renegados.

Senso artístico
Não contente em ser apenas ator, Donnie Yen passou a aplicar tudo o que aprendeu nos bastidores na profissão de diretor. Em 1994 foi creditado como diretor de filmes de ação, incluindo Wing Chun, que contracena com Michelle Yeoh.

A promessa
Donnie Yen tem habilidades e experiência em direção e encenação suficiente para atingir até o público mais exigente dos Estados Unidos e do mundo. Fluente e inglês, cantonês e mandarim, conhecedor da cultura ocidental e oriental e, acima de tudo, um grande artista marcial, Donnie tem tudo para ser o mais novo ator de filmes de Kung Fu.

Site oficial:www.donnieyen.com