11 de julho de 2011

O General Kwan Yu


General Kwan Kun
Há três grandes personagens da história da China que são Guan Yu (Kwan Yu, Kwan Kun ou Guan Gong) - (162-219 d.C.), Liu Bei (Yue Fei) - e Zhang Fei

Guan Yu foi um general militar sobre o comando do senhor da guerra que era Liu Bei, durante a Dinastia Han e do Período dos Três Reinos da China Antiga. Dono de uma habilidade marcial extraordinária, Guan Yu protagonizou guerra civil que levou ao colapso da Dinastia Han e do estabelecimento do Reino de Shu-Han, do qual Liu Bei foi Imperador. É uma das figuras históricas Chinesas mais conhecidas na Ásia Oriental, e à volta da sua vida está elaborada uma série de mitos, das quais a maior parte se encontra no romance histórico “Romance dos Três Reinos”. Guan Yu é tradicionalmente retratado como um guerreiro de face vermelha com uma longa barba.

Embora a barba seja um elemento que consta nas "Crônicas dos Três Reinos" (outra obra histórica do período), a sua face vermelha provavelmente advém das peças de teatro em que o personagem é retratado, sendo um símbolo de retidão e lealdade, características pelos quais Guan Yu é relembrado e divinizado. De acordo com a lenda, a sua arma é uma alabarda, inventada por ele mesmo, chamada Kwan Tao ou Guan Dao (Lâmina Crescente do Dragão Verde) e pesaria 50 Kg. Guan Yu é conhecido por várias façanhas e momentos. O momento em que faz o juramento com Liu Bei e Zhang Fei para que se tornassem Irmãos para unificar a terra.

O Duelo de Guan Yu, Zhang Fei e Liu Bei contra Lu Bu, o mais poderoso guerreiro da Terra se deu nas batalhas contra a Rebelião dos Turbantes Amarelos. Após a morte de Lu Bu, Kwan Yu pegou para si o cavalo de Lu Bu, o lendário "Lebre vermelha" que de acordo com a lenda corria mil léguas em um dia. Todos momentos extraordinários que ficariam na história e imaginário do Oriente.

Para os Budistas, Guan Yu é um Bodhisattva (Sangharama), alguém que ajuda as pessoas a atingirem o Nirvana, uma divindade Guardiã para os Taoistas e uma divindade Chinesa de retidão, honra e força. Em certas lendas Taoístas, Guan Yu é retratato como um deus que enfrenta e derrota o deus da Guerra Chi You. Para os Budistas, Guan Yu assume-se como o Guardião dos Templos e da Ordem Natural. Guan Yu seria executado por Sun Quan, que enviaria a sua cabeça para Cao Cao, numa tentativa de colocar a culpa no Imperador de Wei. Guan Yu foi sepultado com todas as honras.

O Templo de Kwan Yu na montanha Taishan

O antigo e famoso general Kwan Yu, personagem consagrado na China aé venerado em um templo. Ele é considerado um símbolo de força, lealdade e justiça e, além de tudo, adorado pelos chineses. Hoje em dia, onde há um chinês há um templo de Kwan Yu ou estátuas e imagens dele. O Templo de Kwan Yu na montanha Taishan, que é localizado mais ao norte, não tem registros de quando foi construído, mas já foi reformado diversas vezes nas dinastias Ming e Qing. Construído de acordo com o terreno da montanha, o templo é bem acabado com paredes vermelhas e telhas pretas que contrastam muito bem com as árvores ao redor. As principais construções no templo, incluindo o portão  Uma imagem de Kwan Yu está exposta no hall principal. No jardim há um cipreste com sua copa se estendendo 60 metros quadrados provendo uma sobra gigantesca.

Veja imagens e vídeos sobre o General Guan Yu:




Rosto da Estátua antiga de Guan Yu
Rosto da Estátua antiga de Guan Yu
Estátua antiga de Guan Yu
Estátua antiga de Guan Yu no templo de Zhuge Liang em Chengdu