14 de setembro de 2011

Mestre Ku Yu Cheong

Mestre Ku Yu Cheong
Ku Yu Cheong nasceu na província de Kiangsi em 1894 e cresceu em Nanking, tendo contato com a arte marcial desde pequeno com seu pai Ku Lei Chi, que era mestre de Tcha Chuan e Tan Tui e proprietário de uma notável companhia de segurança que oferecia escolta e proteção para caravanas pela China. Ku Lei Chi também era famoso pelas suas técnicas de chutes, que arremessavam seus adversários a grandes distâncias.

O pai de Ku Yu Cheong veio a falecer quando ele tinha doze anos, mas antes de morrer, em seu leito de morte, aconselhou-o a continuar seu aprendizado com um velho amigo e herdeiro dos ensinamentos do Templo Shao Lin, Yin Kai Yun. Seu pai o havia conhecido em uma batalha sangrenta, na qual salvou a vida de Yin Kai Yun, quando já havia tido muitas baixas.

Já na província de Shantung, Ku Yu Cheong procurou por Yin Kai Yun e lhe entregou uma carta de seu pai recomendando-o fando com que fosse imediatamente aceito como discípulo. Ku Yu Cheong permaneceu com Yin Kai Yun por mais de dez anos e tornou-se herdeiro de seu conhecimento: Os Dez Caminhos de Shaolin (um dos muitos estilos originários do mosteiro de Henan), um vasto arsenal de armas tradicionais, a técnica de cultivo de energia vital (Chi) "O Pequeno Sino de Ouro" e a famosa "Palma de Ferro". Quando soube do falecimento de sua mãe, Ku Yu Cheong retornou a Nanking, mas antes Yin Kai Yun lhe disse: "A China é um país muito grande e existem muitos mestres habilidosos, por isto seja prudente e cauteloso com o seu conhecimento". Ku Yu Cheong respondeu ao seu mestre que jamais o decepcionaria e o faria orgulhoso.

Ku Yu Cheong quebrando uma pilha de tijolos
Ku Yu Cheong quebrando uma pilha de tijolos

Em 1928, Ku Yu Cheong conheceu grandes mestres ao ser convocado a integrar o quadro de professores da famosa Academia Central de Nanking, um dos centros mais importantes para o ensino das artes marciais em todo o território chinês. Tais mestres eram o general Li Kin Lam (Tai Chi chuan, Pa Ki e Espada Wudang), Sun Lu Tang (Pa Kua), Yang Cheng Fu (Tai chi chuan), Wong Lai Shen (Luo Hap) e muitos outros. Ku Yu Cheong e os quatro mestres citados, juntos foram convidados a representar a Academia Central em Gonshao, em Cantão, e assim ficaram conhecidos como "Os Cinco Tigres do Norte".

Ku Yu Cheong é responsável pela criação do kati Shao Lin do Norte chamado Lien Bu Chuan, o primeiro kati para a maioria das escolas do estilo. Essa seqüência de movimentos era passada ao militares chineses para aperfeiçoar sua técnica corpo a corpo. 

Ku Yu Cheong foi responsável pela introdução e divulgação de muitos dos estilos do norte no sul da China, e protagonista de muitas histórias como:

  • A utilização da sua energia vital para tratar enfermos; 
  • Fantásticas demonstrações de quebramentos (vide imagem acima); 
  • Quando um dono de um circo russo itinerante estava oferecendo dinheiro a quem resistisse a um coice de um cavalo gigante, que já havia matado muitos. Ku Yu Cheong aceitou o desafio e ao final de três coices, encontrava-se ileso, então ele pediu para ver o cavalo de perto e desferiu um ataque com a sua palma no dorso do animal. O cavalo empinou, relinchou e morreu. Apesar de não haver dano aparente, ao fazerem a autópsia constataram que todos os órgãos internos haviam se dissolvido.

Mais tarde, após um combate que venceu, Ku Yu Cheong passou a ser mestre de Yim Sheung Mo, o futuro mestre de Chan Kowk Wai. Ku Yu Cheong foi uma das muitas vítimas da Revolução Cultural da China e em 1952 foi encarcerado e fuzilado.