8 de novembro de 2011

Estilo de Kung Fu Wing Chun

Wing Chun
Wing Chun (Ving Tsun) é uma arte marcial originária no Templo Shaolin do Sul de Fukien, visando a lógica científica, completamente diferente das outras porque enfatiza a economia de movimentos, eliminando o uso de força bruta.

Todas as suas técnicas são baseadas em movimentos diretos, práticos e naturais que são fáceis de aprender e podem ser usados imediatamente. Alunos de Wing Chun desenvolvem habilidades de equilíbrio, velocidade e posicionamento, através de exercícios específicos (conhecidos como “formas”) para aperfeiçoar movimentos e cultivar força, também através de combates supervisionados que simulam uma situação de luta na vida real. Assim como no boxe tradicional ou em briga de rua, com que o estilo WC mais se parece, o foco está em proteger a linha central do corpo com socos curtos e chutes rápidos, seguidos ainda de golpes contra os pontos mais vulneráveis do oponente. Wing Chun não têm chutes altos e rodados, giros ou quebra de blocos de madeira. 

Yip Man no boneco
Yip Man no boneco
O movimento mais impressionante do estilo, o soco de uma polegada, é tão rápido quanto um piscar de olhos e precisa ser visto à uma curta distância. O soco é dado a somente uma polegada de distância do alvo, que pode ser arremessado há mais de três metros de distância. Evidência do notável poder de força interna ou “chi” do Wing Chun. Os conhecimentos em Wing Chun estão ao alcance de todos, independentemente de idade, sexo, biotipo ou massa muscular. Dentre os benefícios adicionais estão o controle do estresse, disciplina e melhora na concentração, confiança e bem estar, fazendo disso um excelente investimento para uma vida saudável. 

O Wing Chun, através do Yip Man, foi o estilo que iniciou o ator e artista marcial Bruce Lee no mundo do Kung Fu, que posteriormente desenvolveu o próprio estilo chamado Jeet Kune Do.