31 de agosto de 2012

Mestre Liu Pai Lin

Mestre Liu Pai Lin (1907 - 2000), nascido em Tianjin (cidade do nordeste da China) em 8 de dezembro de 1907, veio à São Paulo em 1975 e, desde então, é conhecido como um dos maiores introdutores da Medicina Tradicional Chinesa no Brasil e, ainda, divulgou por todo o Brasil a prática do Tai Chi Pai Lin (太極百齡), oferecendo também cursos de formação em Massagem Tui Na e Meditação Tao Yin.
Naturalizado brasileiro, Liu Jen Yu (chinês tradicional: 劉君瑜; pinyin: liú jūn yú) é o nome que encontramos em seus documentos.


O nome Pai Lin (bailing), cujo significado em chinês significa cem anos, foi adotado pelo Mestre porque era seu desejo que todas as pessoas pudessem ter uma vida longa e saudável. Sendo assim, Mestre Liu Pai Lin em 1992 disse: "Não é só o meu próprio nome, mas o de todos que se dediquem de coração a essas práticas."

O título de Mestre que Liu Pai Lin recebeu não se refere apenas ao seu trabalho de ensino ou ao grau de realização que atingiu nas práticas taoístas, é também um reconhecimento dado pelos mestres das linhagens a que pertence a quem assume de coração a missão de divulgar o conhecimento do Tao.
"A idéia de conhecimento no taoísmo baseia-se em uma noção pragmática: conhece-se por experiência pessoal corporificada o legado da tradição." destaca José Bizerril Neto em seu artigo Mestres do Tao: tradição, experiência e etnografia. Bizerril ainda afirma que nas linhagens taoístas "as conquistas da longevidade, da saúde, da graciosidade, da vivacidade do espírito e da espontaneidade são índices de compreensão do Tao, de realização espiritual. O mestre literalmente encarna a sabedoria."
Ao se referir diretamente sobre o Mestre Liu, Bizerril faz a seguinte constatação: "Aos noventa e poucos anos, Liu Pai Lin era idoso, mas sem sinais visíveis de decrepitude: a pele e os músculos ainda firmes, as articulações e tendões flexíveis, os dentes em bom estado. Os olhos brilhantes transpareciam uma inteligência viva e rápida. Capaz de trabalhar por horas a fio como médico ou palestrante, aparentemente sem se esgotar. Parte de seu prestígio derivava daquilo que ele expressa constantemente pelo corpo."

Vida do Mestre

Ainda criança começa a estudar as artes taoístas com seu tio-avô Liu Yunpu (Liu Yuen Pu), reconhecido na China como um Grande Mestre Taoísta. Catherine Despeux, em sua tradução do Tratado de Alquimia e Medicina Taoísta de Zhao Bichen, comenta que o Mestre autor deste tratado foi o segundo discípulo do Mestre Liu Yunpu, que era "originário da cidade de Titou, próxima a Tianjin, na província de Hebei. Em sua juventude praticou artes marciais e viajou muito por todo o país pondo em prática o espírito cavalheiresco chinês. Se estabeleceu durante um tempo como comerciante no distrito de Changpin. Faleceu com 93 anos."

O Mestre Liu comentava que ter lido notícias da divulgação sobre o conhecimento de Tui Na no Ocidente a partir de ocidentais que aprenderam a técnica com alunos de seu tio-avô ser um dos motivos que o levou a se dedicar à transmissão deste tipo de terapia no Brasil.

Prosseguindo seus estudos, o Mestre Liu foi iniciado nas seguintes linhagens taoístas:

* pertence à 11ª geração da linhagem da Porta do Dragão (龍門派) (Longmen pai), famosa escola de alquimia interior da tradição do norte da China. Foi discípulo direto do Mestre Liao Kun (Liaokong Shizun);

* representa a 5ª geração da linhagem da Montanha Dourada (金山派) (Jinshan pai). A foto do Mestre Tanbai (Laisheng zhenren) era uma das presentes em seu espaço de treino;

* Kun Lun Chien Shan (崑崙派). Em Taiwan foi discípulo direto do Mestre Liu Peizhong (劉培中). Este Mestre é citado pela sinóloga Despeux ao explicar os métodos de circulação de energia em seu livro Tai-Chi Chuan: arte marcial, técnica de longa vida.;

* e Fuchow.